segunda-feira, 2 de outubro de 2017

ANÁLISE POLÍTICO-COISO

Magui tem cenas  a dizer no rescaldo destas eleições:

  1. S' afoda;
  2. Espero que haja decência para retirar rapidamente a publicidade da campanha eleitoral;
  3. Grande vantagem do resultado eleitoral: chutar o Passos p'ra escanteio. 
Semana da boa. 



15 comentários:

  1. Pequeno caso sério02 outubro, 2017

    Pá, subscrevo tudinho. Principalmente a parte de limparem a merda que fizeram . Dar de caras logo pela fresca com certas fuças em tamanho XXX não é bom.
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje, quando cheguei do trabalho estavam a retirar os cartazes da força política que ganhou no meu concelho. Não fazem mais que a obrigação deles, só espero que os outros lhe sigam o exemplo.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Papas, só de farinha de trigo com sardinha assada 😀

      Eliminar
  3. Destaca-se excessivamente o Passos Coelho, mas ... e o futuro das cidades? As ideias? Acho chocante o centralismo da análise e não se discutir o que interessa e o objeto das eleições: as cidades. Alguém já teve algum segundo para perceber porque Ribau Estvees venceu em Aveiro? Talvez devido ao que defendia para mobilidade. E Ricardo Rio em Braga? Talvez as propostas para a cultura!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A análise é simples, o PS saiu vencedor por estar a inverter algumas das medidas de austeridade do anterior governo, que mesmo não chegando animam o Zé Povinho; a CDU foi penalizada pelo facto do PCP apoiar o governo e do desgaste notório do Jerónimo; o PSD nem vale a pena comentar; o Bloco não convence ninguém, mas lá vai pondo um ou outro vereador; o resultado do CDS, principalmente em Lisboa, deve-se à desastrosa escolha e campanha do PSD. Os Independentes começam a destacar-se por apresentarem uma ou outra ideia inovadora e precisamente por não estarem conectados com nenhum partido.
      A vitória do Isaltino, talvez um sociólogo consiga explicar ...

      Eliminar
    2. A de Isaltino não consigo explicar. Mas lá está análise é muito macro. Ninguém discute as cidades, os problemas e soluções...

      Eliminar
  4. Pois... vamos lá ver se limpam a porcaria que deixaram espalhada por todo o lado

    ResponderEliminar
  5. E esperar que não façam mais porcaria ...

    ResponderEliminar
  6. Tendo em conta o corropio da minha mesa e da mesa em frente, e os resultados da freguesia onde estive, fiquei um pouco chocada com os resultados da "minha cidade"...
    Fiquei também com "pó" aos dois eleitos, que foram para lá "fazer campanha" e toda a gente considerou normal...

    Mas prontes, fica "de bom" a queda do anjo papudo: Coelhinho dos dentes tortos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já se acha tudo normal, até fazer campanha em dia de eleições. Se isto não é a República das Bananas, não sei o que seja...

      Eliminar
  7. Eu confesso que a politica já me passa um pouco ao lado...


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade que também me farto desta gente, mas continuo a querer um país melhor para mim e para as minhas filhas, como tal, não devo baixar os braços.

      Eliminar
  8. Olá,
    Passos Coelho contactou hoje os seus amigos na Europa e pediu ajuda externa. “O PSD declarou falência eleitoral e pedimos à Troika para vir cá aconselhar-nos a esmifrar os pensionistas e os funcionários públicos e a privatizar serviços e empresas às três pancadas a ver se empobrecemos de vez e recuperamos o ânimo”, ainda hoje, Passos Coelho não se dá por vencido, vai tentar a fuga para a frente em estilo catalão e pediu esta noite um referendo pela independência de Massamá e arredores.
    Continuação de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah, muito bom AG.
      Boa continuação

      Eliminar