quarta-feira, 18 de julho de 2018

MEGHAN, CHEGA AQUI QUE EU COMPREENDO-TE

´inda agora entraste nesse ninho de vespas e já te acusam de estares constantemente a quebrar o protocolo.
Talqualzinho eu.  
Não que quebre o protocolo, cá em casa não há disso, cada um amanha-se como pode, mas sou uma desgraçada para quebrar/partir aquilo que me venha parar às manápulas.
A minha mãe sempre disse que eu tinha as mãos rotas.
Certa vez quebrei um copo e fiquei com os vidros dentro da carne, ainda hoje tenho uma cicatriz na mão para o comprovar.
Eu é mais copos, tu é mais protocóis, que devem ser muito frágeis, feitos do mais requintado cristal.
Como sou tua amiga - ao contrário dos muitos assistentes e secretárias que deves ter, que não te sabem aconselhar convenientemente - vou dar-te uma sugestão de borla (se quiseres podes mandar um protocolo de cristais Swarovski, mas não te sintas obrigada, até porque o mais certo é eu esfudaça-lo num piscar de olhos).
Para que não tenhas a velha Zabete sempre à perna, envio-te esta foto para que te possa inspirar.
Desta forma ficas com as mãos presas sossegadas, não havendo risco de quebrar seja o que for.



Da tua admiradora sempre ao dispôr (desde que não abuses) 
Magui

Aproveito para te felicitar por teres escolhido o mano com mais pinta.
Sim, que tu podes quebrar um louceiro inteiro, mas não és parva.



terça-feira, 17 de julho de 2018

AUSENTE

por motivos de elevada elevação (quê? não deram pela minha falta??😢😢), nomeadamente porque ainda estou em estado de choque por não ter conseguido acompanhar uma aula de zumba.
Não pelo facto de não o conseguir fazer com uma perna às costas, mas porque entendo que aquilo é coisa de gente maluca e eu já tenho a minha dose de maluqueira.
A professora parecia movida a corrente eléctrica, mulher dum raio.
Eu, que sou uma senhora de determinada idade, cansei-me só de olhar e achei por bem mexer apenas os olhos, até porque não estava nenhuma ambulância a acompanhar aquela actividade perigosíssima.
Para mim, zumba, só mesmo na caneca.





quinta-feira, 12 de julho de 2018

CONTINUO A ACREDITAR

num mundo justo e solidário.
Um mundo com pessoas corajosas, generosas e altruístas, cujas acções fazem a diferença.
Não conheço ninguém envolvido na operação de resgate das crianças e do treinador presos numa gruta na Tailândia.
Mas, tenho a agradecer-lhes o esforço que fizeram para as salvar - podiam ser as minhas - e também o facto de contribuírem para que eu acredite que sim, é possível um mundo melhor.
E admiro a capacidade de organização e coordenação que foi com certeza necessária para travar este combate.
Que nos sirva de exemplo.




quarta-feira, 11 de julho de 2018

OS TOMATES (do) CHERRY

O meu marido andou a plantar cenas cá em casa.
A hortelã está bonita e cheirosa, já comemos rúcula que entretanto espigou, os morangos talvez se comam para o ano, mas os tomatinhos cherry estão uma graça, ainda verdes, estou em crer que hão-de ser saborosos, afinal são os tomates do plantados pelo chéri.





segunda-feira, 9 de julho de 2018

MAGUI A COMPLETAR FRASES

Essa grande maluca senhora que é autora do blogue Pequeno Caso Sério lançou-me o repto (palavra mai linda) para responder ao desafio de completar algumas frases.
Não o faço desde a escola primária. Vamos ver se me lembro como se faz.

O desafio começa por se escolher uma imagem fofinha.
Porque não há nada mais fofinho que o algodão, principalmente se for doce...

Algodão-doce



Sou muito...
gente boa, simpática, acessível, brincalhona. Mas, aviso já, à vontade não é à vontadinha.


Não suporto... pessoas que se acham a melhor bolacha do pacote e em vez de ficarem sossegadas com esse achado, espalham-no aos sete ventos.
Gente antipática, sisuda, sempre de mal com a vida, não tenho pachorra.
Gente fanática seja lá pelo que for.

Eu nunca... apanhei uma bebedeira (não gostando de álcool é difícil!)

Eu já... falsifiquei a assinatura do meu pai naqueles testes em que os professores não me compreendiam (!) e isso reflectia-se na classificação que me davam.

Quando era criança... adorava ir com a minha avó para casa do meu tio em Lisboa. Íamos de comboio carregadas com galinhas, batatas, couves e sei lá mais o quê.
Adorava usar uma saia maxi, fazia-me sentir a rainha do Sabá.

Neste exato momento... é quase meia-noite e em vez de estar a dormir e a sonhar que estou numa ilha paradisíaca, estou práqui ao desafio.
Espero que me dêem o devido valor.

Eu morro de medo... de não sobreviver aos meus pais, deixa-los sozinhos na velhice. Que aconteça algum mal às minhas filhas.
De ficar dependente dos outros.

Eu sempre gostei... de doces, são o meu pecado mortal.
Se fosse viciada nalguma droga (ilegal) como sou em doces, a esta hora andava a arrumar carros.

Se eu pudesse... garantia que as minhas filhas fossem sempre felizes.
E que a justiça se cumprisse neste país.

Fico feliz... quando estou rodeada de pessoas de quem gosto.
Quando sinto que os outros gostam de mim, não pelos meus lindos olhos, mas pelo que sou.
Também fico feliz quando certas pessoas não gostam de mim!
Ah e fico feliz naquele momento em que verifico o resultado do boletim do euromilhões, depois passa-me ... 😕

Se pudesse voltar no tempo ... voltava para a barriga da minha mãe e não saía de lá, sem ter a certeza que media no mínimo 1,70.

Adoro... rir, não concebo a vida sem me rir.
Quando a minha filha mais velha vem cá e eu volto a ter o ninho completo.

Quero muito ir... de novo a Inglaterra, não conheço a casa nova da minha filha.
Quero ir correr mundo e ir levantar o prémio do euromilhões, sim, que um dia destes vem cá parar.

Eu preciso de... dormir. Devia estar consagrado na Constituição, toda a gente ter de dormir no mínimo 9 horas por noite.

Não gosto de ir... às compras. Seja ao supermercado, porque já sei que na hora de pagar fico com taquicardia, seja para comprar roupa para mim.
Sou pequena, com uma peça para gente normal pareço uma tenda de circo e fico sem paciência para o despe/veste até encontrar algo que me assente que nem uma luva.

Um abraço à PCS que se lembrou de mim (estou para ver se um dia fores milionária, tens a mesma lembradura)

Não nomeio ninguém, não o tenho feito nos outros desafios, continuo fiel a este princípio.



sexta-feira, 6 de julho de 2018

SUNSHINE BLOGGER AWARD # 2



Não sei quantas vezes é suposto, responder ao mesmo desafio.
É a segunda vez que aceito este.
As perguntas são diferentes, o convite partiu de outra pessoa, a Ana Rodrigues, autora  do blogue Just Fantasy Bijuteria, que é uma querida e uma grande artista, à qual agradeço e envio um xi-❤

- Que aspeto considera mais positivo em ter um blogue?
As amizades (mesmo que virtuais) que se vão criando e a interacção envolvida.

O que é que, para si, constitui uma fonte de inspiração?
As minhas filhas, que são a única coisa de jeito que fiz na vida.
Mas, também todos aqueles que lutam por uma causa, por um sonho, um desejo.               Os que lutam contra a doença, a miséria, a discriminação, o preconceito.

- Como gosta de expressar a sua criatividade?
Através do blogue (é o que se pode arranjar!).
Durante 2 ou 3 anos participei num curso de artes decorativas e fiz peças bem giras, mas o mérito passou muito pela professora que era e ainda é excelente.
Felizmente, o meu trabalho tem uma componente onde também posso dar asas à pouca criatividade que tenho.

- Qual é a sua relação com os sonhos, o que eles representam para si?
Empenhar-me por aqueles que implicam o meu bem-estar, o da minha família e de todos aqueles de quem gosto.
Só têm significado se forem envolvidos noutras vidas, porque acredito que ninguém é feliz sozinho.

- Considera importante ter momentos de meditação para uma maior clareza sobre a vida?
Sou por natureza, uma pessoa ansiosa e desassossegada. Tenho dificuldade em concentrar-me nesses momentos.
Já pratiquei ioga por questões de saúde e gostei, mas era uma vez por semana, para mim chegava.
Em momentos mais complicados, prefiro uma caminhada a sentir o vento ou o sol a acariciarem-me.
Fico algumas vezes sozinha, por motivo de trabalho do meu marido e nessas alturas também aclaro as ideias.

- Costuma adotar a atitude viver o momento?
Tento. Às vezes a ansiedade impede-me.
Mas, guardo comigo os bons e os maus momentos que já vivi, tanto uns como outros ensinaram-me algo muito valioso. E é essa aprendizagem que faz valer cada momento.

- Que tipo de bijuterias prefere usar?
Anéis, brincos e colares. 

- Qual o seu pintor preferido?
Não sou grande conhecedora de arte para dizer que tenho um pintor preferido.
Gosto do quadro Noite estrelada de Van Gogh, não consigo explicar porquê, talvez por ele o ter pintado de memória.

- Qual o seu autor preferido?
Eça de Queirós. Comecei a ler Eça na minha juventude e ainda hoje gosto de reler a sua obra.
Era um homem de grande lucidez, com uma visão muito clara e crítica da sociedade da época, com um humor muito peculiar.

- O que mais gostava de aprender?
A andar de bicicleta.

- Quais os temas que gosta de discutir?
Temas da actualidade e que nos dizem respeito a todos, quer estejamos envolvidos directamente ou não.
Temas de que gosto como cinema.


Foi um prazer, Ana.

Quanto às outras regras do desafio, a minha resposta mantém-se.



quinta-feira, 5 de julho de 2018

NA MANHÃ DE ONTEM

no meu local de trabalho, uma criança ofereceu-me um pé de alfazema.
Só por isso, ganhei o dia.





quarta-feira, 4 de julho de 2018

A HOSPITALIDADE PORTUGUESA

é algo de que nos podemos orgulhar.
A malta gosta de receber bem, com sol (quando excelência aparece), bom vinho, umas bejecas, sandochas e tudo e tudo.
Faça favor de entrar, a casa é sua.
Mas, quando nos baixamos muito, ficamos sujeitos a que nos vejam o cu e de hospitaleiros, passamos a palermas, imbecis, submissos e mais uma carrada de adjectivos mimosos.
A vassalagem que algumas pessoas gostam de mostrar perante os ricos e poderosos repugna-me.
Então a Câmara Municipal de Lisboa cede terreno para a Dona Madonna estacionar os seus 15 carros, a preço da uva mijona?
(Credo, mulher, não precisas de vir carregada, cá também se vendem vibradores).
Os lisboetas que se desunham por um lugar de estacionamento acham isto normal?
Qualquer pessoa que tenha três neurónios a funcionar, acha isto razoável?
Pois claro que não.
Não seria melhor ceder-lhe os Jerónimos como garagem, não vá algum larápio roubar-lhe alguma jante ou mesmo um pneu?
Na próxima vez que me deslocar a Lisboa no meu jacto privado, quero um lugar bem catita na Avenida da Liberdade para aterrar, que eu não sou menos que a Madonna, ´sequerábom!



terça-feira, 3 de julho de 2018

segunda-feira, 2 de julho de 2018

UM DIA SERÁ

Ainda não foi desta que Portugal trouxe o título de Campeão Mundial de Futebol.
Seria excelente, mas não é um drama.
Portugal perdeu no jogo em que jogou melhor (segundo a opinião do meu pai e se o meu pai disse, está dito!)
No futebol, como na vida, shit happens.
O meu apoio à selecção é o mesmo. Com caneco ou sem caneco.
E o Uruguai?
Pois ... parece que tem uma selecção guapa.
Dela, espero que tenha cojones para mandar os francius bardamerdu.

Do país só sei que fica ali para as bandas da América do Sul e tem como capital a cidade de Montevideu.
E que teve um jornalista e escritor que admiro, Eduardo Galeano, (1940/2015)
Oiçam o seu Direito ao Delírio.



quinta-feira, 28 de junho de 2018

A MINHA DIETA

Ontem, cheguei do trabalho e fui esplanar com uma amiga.
Comemos um crepe com uma bola de gelado. Estava delicioso.
Dizem vocês, muito enervados: Isso não é dieta, nem aqui nem no Usbequistão!
Então se já não jantei, não é dieta?
Não se pode dizer nada, que vocês são sensíveis...




quarta-feira, 27 de junho de 2018

BABY SHOWER

Hoje em dia está na moda o Baby Shower, que como Vossências saberão, é uma festa de celebração da chegada duma criança, realizada no final da gravidez de mamãe.
Não sei se quando tive as minhas filhas já seria prática comum, só comecei a ouvir falar neste conceito à pouco tempo.
Portanto as minhas filhas não tiveram o dito shower e acho que não ficaram traumatizadas.
Não, pois não, filhas? (Falem agora ou calem-se para sempre.)
Quando ouvi este termo associei-o a banhos e neste campo, como devem calcular as minhas criaturas tiveram muitos juntas.
Aos domingos de manhã costumava pôr as duas na banheira até ficarem com pele de galinha, elas divertiam-se e eu e o pai tínhamos algum sossego.
Num desses domingos, depois de estarem mais remolhadas que um bacalhau, comecei a ouvir a mais velha aos gritos, corri para a casa-de-banho e deparei-me com uma cena trágico-cómica.
A mais velha a gritar "mãe, tira-me daqui", a mais nova que devia ter cerca de 1 ano, na boa a beber água da banheira e um grande cagalhão a boiar e eu a pensar como é que uma criança tão pequena, larga um sim senhor daqueles.
Isto para dizer que (afinal) as minhas filhas tiveram um baby-shower-poop.




terça-feira, 26 de junho de 2018

ENTÃO E O MUNDIAL DE FUTEBOL?

Só espero que Portugal traga o título e já expliquei como é que se ganham jogos.

Carlos Bocanegra


segunda-feira, 25 de junho de 2018

A MINHA PRAIA



digam lá, se não parece uma qualquer praia das Bahamas?
Eu cá acho, mesmo não conhecendo as tais Bahamas.


sexta-feira, 22 de junho de 2018

NÃO DOMINO AINDA

repito, ainda, a técnica do croché.
Tenho duas excelentes professoras - a minha mãe e a minha sogra - mas, nunca me deu para ali, ... até agora.
Vou aprender, porque nunca é tarde, verdade?
Daqui a uns anitos, a filha mais nova também vai à vida dela, fico sozinha com o homem, tenho que arranjar um passatempo para não enlouquecer me entreter.
Depois de dar com os olhos nas imagens abaixo, fiquei rendida, que é o mesmo que dizer, quero fazer renda.
Para mim, para as minhas filhas, para os meus netos e bisnetos.
Acabou-se a chatice de não saber o que oferecer no Natal, nos aniversários e afins aos amigos, familiares e outros que aparecem sempre à última hora.
Estou como o Marco Paulo, não consigo decidir de qual gosto mais.











quinta-feira, 21 de junho de 2018

COMEÇOU O VERÃO, IUPIIIIII

Pois ...
Hoje de manhã, quando saí de casa choviam raios e coriscos.
#################################################





quarta-feira, 20 de junho de 2018

DESCUBRA AS SEMELHANÇAS

3ª Guerra Mundial?! Então o que é, a segunda imagem??

2ª Guerra Mundial
Imigrantes enjaulados pela administração Trump





terça-feira, 19 de junho de 2018

SUNSHINE BLOGGER AWARD





Desafio proposto pela C. Correia (cá beijinho) do blog Um Mais Um São Três, à qual agradeço.
É com gosto que respondo às suas 11 perguntas.
       
  • O teu prato favorito?
Bacalhau com natas.

  • O dia do ano que mais gostas?

O dia em que começa o Verão.

  • A prenda que querias receber?

Ter a minha filha mais velha a viver em Portugal, com as condições de trabalho que tem no país onde reside.

  • Se fosses um objecto, qual serias e porquê?

Um relógio. Para poder passar o tempo mais devagar.

  • O desporto que mais gostas de praticar?

Pilates.

  • Se pudesses presidir um país, qual seria?

Finlândia. Parece que é o país mais feliz do mundo. 

  • Automóvel, avião, comboio ou barco?

Automóvel.

  • Não sais de casa sem ...

Óculos.

  • Casar. Sim ou não?

Sou casada há 27 anos, portanto, sim.

  • O que te disseram de mais bonito?

 Muitas e importantes coisas, para estar a destacar só uma.

  • O que te tira um sorriso?

Francamente não percebo se a pergunta se refere ao que me faz sorrir ou ao que me tira o sorriso, por isso, respondo às duas.
Muita coisa, muita gente me faz sorrir, sou de sorriso fácil, mas destaco as minhas filhas, sempre.
O preconceito rouba-me o sorriso.



Quanto à regra de nomear 11 bloggers e fazer 11 perguntas, não o vou fazer. 
Porque não conheço muitos blogues e porque a maioria deles já participou.
Espero não estar a quebrar nenhuma corrente e que me saia o euromilhões de qualquer jeito maneira.




segunda-feira, 18 de junho de 2018

quinta-feira, 14 de junho de 2018

GREEN CARPET

Recebi um convite irrecusável para participar num remake de Mad Max.
Como Miss Hot Legs já está aposentada, lembraram-se de mim e muito bem, tasse mesmo a ver.
Porque legs eu tenho, hot depende do ponto de vista!!



Aqui estou eu na green carpet que é mais ecológica que a red, com os meus companheiros de rodagem.
Nem me deram tempo para posar com um vestido glamoroso, mas prontes.
Fiquem atentos.
Brevemente num cinema perto de vós.





quarta-feira, 13 de junho de 2018

Ó MOÇO

espero que essa t-shirt tenha escrito nas costas "apenas com o objectivo de procriar" ou, na mesma língua da palavra que levas aí estampada "párra se terre criánças, é préciço truca-truca."
Darstendes?





terça-feira, 12 de junho de 2018

ALGUM(A) FASHIONISTA* POR AÍ?

Não consigo decidir qual destes despidos vestidos hei-de usar num baptizado próximo.
Alguém desse lado com extremo bom gosto me pode ajudar?
Se não for para ajudar, faxavôr de não me embaralharem.

Escolhi estes modelos derivado do calor, que dizem uns e outros, há-de chegar sôsquiser!








* Perdão, stylist



segunda-feira, 11 de junho de 2018

UM DIA, SIM, UM DIA

irei acordar a uma segunda-feira à hora que bem entender, sem despertador (espero eu, de que.)
Irei tomar o pequeno-almoço sem pressa, planearei o dia à medida dos meus caprichos.
Nesse dia, olharei para o espelho e perguntarei à imagem envelhecida que ele me devolver, porque é que não viveu sempre dessa maneira, sem desejar que o tempo voasse para chegarem as férias, os feriados, os fins de semana.
Porque é que não teve mais calma, menos ansiedade, mais tolerância, menos irritação, mais coragem, porque é que correu tanto ao encontro de coisa nenhuma, porque é que não viveu para além do seu pequeno mundo.
Porque é que não se apercebeu que ao desejar tanto os dias sem marcação de ponto, estava a desejar que a sua existência fosse definhando, fosse ficando cada vez mais restrita e diminuta.
Porque é que chegando esses dias tão ambicionados, em vez de se entediar, não fugiu da rotina, não ambicionou mais, não fez de todos os dias, alegria.
Um dia...
Hoje, vou continuar a imaginar que esse dia ainda está longe.



sexta-feira, 8 de junho de 2018

TENHO MUITO JEITO PARA CONTAR ANEDOTAS

por isso, riam-se.

Um senhor de 80 anos vai ao médico e queixa-se:
- Senhor Doutor, quando acabo de fazer sexo, raramente, que a idade já é muita, oiço um assobio nos ouvidos.
Responde o médico:
- E o senhor com essa idade, queria ouvir o quê, aplausos?


Bom fim-de-semana


quarta-feira, 6 de junho de 2018

SIRVAM-SE À VONTADE

que eu sou mãos largas e estas vieram directamente do cerejal para a minha mesa.
A minha fruta preferida de Verão.
Se não souberem o que é Verão consultem o dicionário (se é que ele também não desandou do dicionário.)
Agora, licencinha, que tenho 2 kg de cerejas à minha espera.