quarta-feira, 14 de março de 2018

APOSTO UMA MOEDA DE 50 CÊNTIMOS

em como a tempestade Gisele é uma homenagem ao furacão Bündchen - não, não é inveja, verifiquei no dicionário e inveja é outra coisa.
Se fosse eu a baptizar as tempestades, esta iria chamar-se Gravelina, em honra da minha avó materna, que por acaso se chamava Maria.
Maria Gravelina? Perguntais vós.
Nada disso. Simplesmente, Maria.
Atão Gravelina porquê? Calma, não se enervem que eu explico.
A minha avó falava muitas vezes numa menina que a sua mãe teve e que morreu com dias, chamava-se Gravelina e a minha avó gostava do nome da menina de sua mãe.



24 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar nesse nome.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exceptuando esta irmã da minha avó, nunca mais ouvi este nome.

      Eliminar
  2. Gravelina é muito curioso. Nunca tinha ouvido falar :))
    Estou farta de tempestades.

    Bjos
    Votos de uma boa quarta-feira

    ResponderEliminar
  3. Eu batizava a tempestade de Ratajkowsky... Mas se calhar a malta começava com diminutivos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tempestade Sky é fofinho :))))

      Eliminar
  4. Nunca tinha ouvido esse nome =)
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem tu nem 99,8% dos portugueses!
      Beijinho

      Eliminar
  5. Estou mortinha pela tempestade V.
    A minha tia tem o maravilhoso nome de... Veridiana! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora sou eu que digo:nunca tinha ouvido esse nome :p

      Eliminar
  6. Essa Gisele é de facto um furacão em pele e osso :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fala a mesma língua que nós, né?

      Eliminar
  7. Pequeno caso sério14 março, 2018

    A tempestade Cremilde é que vai ser!
    :))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, até pode ser, mas tem que esperar a vez dela.
      Que isto da democracia é muito bonito, portanto vai na letra G, ate chegar novamente ao C, não lhe doa a barriga, coitadinha!

      Eliminar
  8. Gravelina também nunca tinha ouvido :)

    ( agora e assim de repente vê se consegues dizer: BIPABAQUIGRAFO ) sem batota ta?
    ahahahahha
    Beijinho Magui

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fica-te com esta, para dizeres sem enganos nem palavrões e depressinha:
      Fui ao mar colher cordões, vim do mar cordões colhi.
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Olha se a tua avó cismasse que metessem esse nome à neta?
    Já imaginaste a tua sina?
    Qual será a tempestade que se segue? Com H? Helena? Horácio? Helder?
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia hei-de contar a história do nome que me queriam pôr e que os serviços do registo civil tiveram o bom senso de recusar.
      Acho que já foram atribuídos nomes às tempestades, mas não me lembro quais.
      Beijinho

      Eliminar
  10. Nunca ouvi esse nome
    http://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Ainda vem que a Gisele, não é Bundchen, passou sem chatear.
    Depois do cagaço que apanhei aqui em Agosto tempestades deixam-me aterrorizado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois a Gisele não passou despercebida por aqui e vai manter-se mais uns dias.

      Eliminar
  12. Há nomes curiosos e Gravelina é um deles :)

    ResponderEliminar
  13. Curioso é o mínimo que se pode dizer acerca deste nome! :P

    ResponderEliminar