terça-feira, 25 de abril de 2017

QUERIDOS NETOS

(Um dia), vou estragar-vos com mimos, vou saltar convosco à chuva, correr na praia em dias de nevoeiro, comer algodão doce até fartar, andar descalça na erva molhada, ver horas a fio a Patrulha Pata do vosso tempo, dar-vos colo mesmo que o cansaço me fustigue, adormecer com a vossa cara colada à minha. 
Vou ensinar-vos tanta coisa.
Vou ensinar-vos a respeitar os outros, vou ensinar-vos a escutar e a argumentar com consideração pela diferença de ideias, vou ensinar-vos a não cruzarem os braços perante a injustiça, a desigualdade, vou ensinar-vos a não ter medo, porque viver em liberdade, amar em liberdade, trabalhar em liberdade, é um direito de todos nós que devemos defender, honrar e preservar.
Porque vocês vão nascer num mundo justo e livre, que as gerações anteriores à vossa conquistaram com luta, dignidade e sacrifício, tantas vezes da própria vida.
Vão aprender que todos os homens e todas as mulheres em qualquer canto deste planeta nascem livres. Que não importa a cor, a crença, o gosto, os defeitos, todos devem nascer, viver e morrer em liberdade.
Queridos netos, não acreditem, não aceitem que vos digam o contrário. Aprendam que um Homem que humilha e explora outro, é um cobarde miserável e que todo aquele que se julga superior é um imbecil e um ignorante.
Hoje é um dia bonito, para lembrar, para nos orgulharmos, para sair à rua de mãos dadas e agradecer por tudo o que já foi alcançado, que ainda não é suficiente, mas na certeza que o caminho é este, que baixar os braços não é opção, que o mundo pode e deve ser um lugar bonito, que todos juntos somos muitos e que muitos podemos marcar a diferença. 
Conto convosco.


6 comentários:

  1. Aproveito para desejar um bom feriado.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Isabel. Igualmente para ti.
      Beijinho

      Eliminar
  2. Pequeno caso sério25 abril, 2017

    Atão mas atão ...isto lá é altura de me pores de lágrima no olho?

    Tão bonito o que escreveste. Acho que os teus netos gostarão de ler. As tuas filhas também.
    ;)*

    ResponderEliminar
  3. Não é uma lágrima, é um brilhozinho nos olhos que todas as pessoas especiais têm.
    Obrigada pelas tuas palavras. As minhas, são simples palavras de quem preza o sabor da liberdade. Que venham os netos.

    ResponderEliminar
  4. e serias uma avó fantástica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desejo muito que sim. Obrigada.

      Eliminar