quinta-feira, 6 de abril de 2017

EU ACONSELHO, VOCÊS FAZEM COMO ENTENDEREM

O acto de nos expormos desnecessariamente, de agirmos imprudentemente, de falarmos sem certeza, deriva muitas vezes da falta de comunicação entre os nossos pares.
Por egoísmo, por esquecimento, por falta de tempo não compartilhamos informação que nos pode evitar passar por situações bizarras, constrangedoras, absurdas.
Fica o exemplo dum casal, que estando em casa lhe tocam à campainha da porta. Um dos elementos do casal muito ocupado pede ao outro que acabou de sair do banho, para ir abrir, este contesta, mas acaba por se enrolar a uma toalha e ir abrir a porta. 
Quando abre a porta reconhece a pessoa que perante tal cenário, lhe diz que se ele deixar cair a toalha e ficar nu lhe dá uma nota de 100€. O elemento do casal fica confuso, mas vendo a nota acede e deixa cair a toalha, a tal pessoa entrega-lhe o dinheiro e vira costas.
Ao voltar para dentro, satisfeito da vida, diz à cara metade que foi beltrano quem tocou à campainha, ao que esta responde: 
- Óptimo. Deu-te os 100€ que me devia?

Havia necessidade? Vá-se lá saber!



6 comentários:

  1. Pagou a dívida e ainda lavou a vistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É como aqueles champôs que são em simultâneo amaciadores.

      Eliminar
  2. Pequeno caso sério06 abril, 2017

    :))))))))))))
    Há sempre alguém mais esperto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a chamada esperteza saloia, safam-se sempre ;)

      Eliminar
  3. Ahahah, o que eu me fartei de rir! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que gostaste.
      Beijinho.

      Eliminar