quarta-feira, 24 de abril de 2019

DESENRASCANÇO

Durante o regime salazarista, um homem, perdido de bêbedo, cantava em alta voz durante a noite numa rua de Lisboa.
Um polícia aproximou-se dele:
- O senhor cale-se, para não acordar as pessoas!
- Vá cortar o cabelo - diz o homem.
- O quê? Acompanhe-me imediatamente à esquadra.
Na esquadra o chefe da polícia interroga-o.
- Então, o senhor anda a perturbar a ordem pública e o sono das pessoas e ainda diz ao meu subordinado para ir cortar o cabelo?
Perdido de bêbedo, o homem dispara
- E você vá apanhar no cu!
- O quê?? Passe para cá os seus documentos e vai já para o calabouço.
Na manhã seguinte, o chefe olhava preocupado para os documentos do bêbedo
- Ó Silva, chega aqui.
Olha lá, o homem que prendemos ontem à noite chama-se Joaquim Manuel de Oliveira Salazar. Será da família do nosso Presidente do Conselho?
Vai-lhe lá perguntar, Silva.
O Silva foi e voltou pouco depois, aflito.
- Sim, meu chefe, ele diz que sim, que é primo e afilhado do Dr. Oliveira Salazar.
- Ai meu Deus, e agora o que fazemos?
- Olhe, chefe, eu vou cortar o cabelo... e o chefe... Pois... o meu chefe terá de se desenrascar...

45 Anos depois da Revolução dos Cravos continuamos a ter de nos desenrascar, mas caramba, Viva o 25 de Abril!



46 comentários:

  1. Pequeno caso sério24 abril, 2019

    Viva!!!

    E lá temos outro remédio senão sermos desenrascados? Pois.
    ;)

    (giro giro é tentares explicar o conceito a um estrangeiro )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Provavelmente não me desenrascava com essa explicação :))

      Eliminar
  2. Muito engraçado! E viva Abril! 😛

    ResponderEliminar
  3. Maravilhoso, como sempre :))

    Bjos
    Votos de uma óptima noite

    ResponderEliminar
  4. Esse final ahahahah
    Viva a liberdade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que todos os dias possamos honrar os ideais de Abril.
      Beijinhos Andreia e Magda

      Eliminar
  5. As coisas que aconteciam até 24 de Abril!!! :)))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu era uma criança e vivi e presenciei algumas.

      Eliminar
  6. Pois, imagino que tenham acontecido algumas cenas destas, por isso sim, VIVA O 25 DE ABRIL!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  7. Infelizmente esse parece ser o nosso karma, o desenrascanço para vergonha dos nossos governantes, como se eles tivessem alguma!! Mas Viva a Liberdade!!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, Marisa, apesar de tudo Viva a Liberdade
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Respostas
    1. Boa tarde Joaquim.
      Tipo de humor que a liberdade nos permite.

      Eliminar
  9. Esta é muito boa, sem dúvida. Continuamos a viver de desenrascanços.

    Beijos e bom feriado, Magui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes penso que é algo que nos é intrínseco.
      Beijinhos Céu

      Eliminar
  10. Boas disposição não falta por aqui!!
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  11. Hahahahha a brincar se dizem verdades!:)
    *
    Hoje um lamento, tudo mudou...
    Beijos. Feliz dia... 25 de Abril, sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que os ideais de Abril possam ser uma constante.
      Beijinhos

      Eliminar
  12. eheheh
    Mas será que hoje em dia nesse aspeto estamos assim tão diferentes?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho dúvida que estamos melhor agora do que no tempo da ditadura.
      E que também temos alguma responsabilidade pelo estado do país.

      Eliminar
  13. Portugal transformou-se num país moderno e libre. Portugal merece-o .
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Merecemos muito mais, Alfacinha.
      Mas, infelizmente, somos o povo do deixa andar que logo se vê.
      Abraço

      Eliminar
  14. Um dia o Salazar chegou à janela e viu um homem a comer a relva do jardim. Salazar mandou logo o comandante da GNR que estava de serviço em S. Bento, prender o homem e trazê-lo à sua presença.
    Quando Salazar perguntou ao homem porque motivo estava a comer a relva do jardim, este respondeu, respeitosamente:
    Pois saiba o senhor doutor que eu sou muito pobre e tenho 5 filhos para criar. Por isso, quando saio do trabalho, antes de chegar a casa procuro sempre um jardim para encher a barriga de erva, pois assim sempre é menos um à mesa.
    Muito bem - diz Salazar - então eu vou dar-lhe um cartãozinho que resolve o seu problema.
    Na posse do referido cartãozinho, o homem, analfabeto, despede-se agradecido a Salazar e corre para casa, onde conta a história e pede a um dos filhos que sabia ler, para decifrar o conteúdo da mensagens escrita no cartãozinho que, segundo Salazar, resolveria o seu problema alimentar.
    No cartãozinho estava escrito:
    Este homem está autorizado por mim a comer relva em todos os jardins públicos do país.
    Assinado:
    António de Oliveira Salazar.

    ResponderEliminar
  15. Mês de conquistas importantes.
    Obrigada

    ResponderEliminar
  16. Vivaaaaaaaaaa-,`) hé hé hé

    Bom fim de Semana pra todos
    Beijinhos-.`

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom fim de semana (parece que o sol vai aparecer 😁)
      Beijinho

      Eliminar
  17. Viva ao dia que salvou literalmente a nossa vida!
    Beijinhos,

    http://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderEliminar
  18. Bom dia, o bêbado, ao contrário do primo, era uma pessoa popular, humilde e inteligente, só dava bons conselhos.
    Abril sempre contra os saudosistas e contra a fascistas da Cristas.
    AG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia AG.
      Senti de perto o medo, a pressão, a perseguição do regime fascista, por tudo isso e muito mais Abril sempre.
      Abraço

      Eliminar
  19. Respostas
    1. Tempos terríveis que espero não voltem mais.

      Eliminar