segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

PELOS OLHOS DE ALGÚEM

que gosta de mim e me vê como eu nunca consegui.
Esta sou eu, noutra vida, desenhada pelo artista que casou comigo.
Há dias em que questiono toda a minha vida e me interrogo até quando ele me continuará a ver desta forma. 
Porque nada é garantido, talvez nada seja para sempre e principalmente porque tantas vezes desconheço aquela pessoa ali retratada.





22 comentários:

  1. Adorei o desenho :) se calhar só passaram uns aninhos penso que ainda és a mesma pessoa

    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada.
      Com o passar dos anos vamos mudando, não só fisicamente, o que não será necessariamente mau ...

      Eliminar
  2. Quem ama não esquece com essa facilidade.
    Boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Pedro é um romântico.
      Boa semana

      Eliminar
  3. Éh páh!
    Um desses também quero, para ficar imortalizada ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um destes, mas com a tua cara ;))
      Beijinho

      Eliminar
  4. Pequeno caso sério29 janeiro, 2018

    Temos artista,hein?
    Se tens alguns dias em que te questionas , já não estás mal que aqui a je questiona - se TODOS os dias.
    E também eu me pergunto onde anda aquela miúda que vejo nas fotografias...tenho tantas saudades dela...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para casar comigo, tinha que ser um artista e tanto ;)
      Questionarmo-nos é sinal de inteligência e ponto final.

      Eliminar
  5. Nada é garantido, certo!!! Por isso deixa andar. Se nao te olhar da mesma forma que quando eras mais nova, é porque nunca te amou. Mas de certo isso não irá acontecer, porque se está contigo é porque te ama. O amanhã ninguém sabe.
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que não sabemos o dia de amanhã, mas podemos agir de forma a que seja a nosso favor.
      Às vezes penso que o amor por si só não é suficiente!
      Beijinho

      Eliminar
  6. Não penses muito! Vive o instante, o hoje, o agora...
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso que tento fazer, nem sempre sou bem sucedida.
      Beijinho

      Eliminar
  7. É verdade que nada é eterno. Ou poder até ser, quem sabe? Olha, Hakuna Matata aplica-se aqui :)) Beijocas

    ResponderEliminar
  8. Que seja infinito enquanto dure, como disse o poeta.
    Beijinho e Hakuna matata.

    ResponderEliminar
  9. Mas, está um retrato interessante, misterioso :) beijinhos

    ResponderEliminar
  10. cantinhodacasa31 janeiro, 2018

    Mas é uma bela mulher!
    E os retratos são melhores que os espelhos.
    Estes enganam. Dentro de casa, olhamos o espelho, o rosto parece não ter rugas.
    Vai-se a uma loja com aqueles focos todos que chamam à roupa ou objecto de desejo, passamos junto ao espelho e/ou quando se tira uma fotografia aproximada, caramba, vemos o quão verdade e rápido o tempo deixa as suas marcas.
    Irreversivelmente, não podemos fazer nada.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Obrigada Maria, é muito gentil.
    Era muito jovem nesta altura, mas nunca fui particularmente bonita.
    Já evitei mais os espelhos, mesmo não gostando das rugas se não as encarar, isso esmaga-me além de que elas não representam aquilo que sou, apenas a minha idade.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. cantinhodacasa01 fevereiro, 2018

    Pois, Magui.
    As rugas não representam aquilo que é.
    Faço minhas as suas palavras.

    ResponderEliminar
  13. Obrigada.
    Desejo-lhe um óptimo fim-de-semana

    ResponderEliminar