quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

O TEMPO, AI O TEMPO

que vai deixando no nosso corpo, na nossa cara as marcas das histórias que vivemos, das pessoas que fazem parte de nós, daquelas que ficam para sempre e das outras que passam fugazmente.
O tempo crava na nossa pele cada dia, cada hora, cada minuto e segundo que respiramos
Cada ruga, cada vinco no nosso rosto conta a memória, a trajetória da nossa vida.
O tempo corre e com ele leva o brilho do nosso rosto, a força dos nossos braços, a energia das nossas pernas.
Tatua o nosso riso, o nosso choro, a alegria e a tristeza, o amor, a compaixão, a raiva e o desespero, o sol e a chuva.
Todos os dias carrega com ele um bocadinho de nós e mesmo assim passa ligeiro, num sopro, sem cansaço.
E nós aceitamos e agradecemos pelo tempo que cá andamos.

Sempre que vejo imagens actuais deste homem - para mim, o mais bonito e charmoso da história do cinema - mando recado ao tempo para lhe dizer que é indecente, mas que não há-de apagar nunca a sua aparência de jovem e homem maduro e que será sempre assim que o lembrarei (assim espero!)

E se estiver em negação, problema meu, ora essa!

ROBERT REDFORD



24 comentários:

  1. A beleza física vai, mas trás-nos a sabedoria. E como é bom relembrar o que em tempos foi lindo, o bons momentos, os.maus também, (Não é tão bom, mas foram os maus que nos deram a sabedoria), às rugas eu agradeço PR tudo o que aprendi.
    Quanto a esse sr Robert, ai ó pah nao acho nada giro, nem agora nem antes, o único filme que acho que vi dele foi com a que é casada cu outro Doglas.
    Mas prontos há gostos e gostos né;)

    Olha ó Magui eu tenho mais um ca tu. E gosto mais de mim agora que quando tinha vintes lol

    Beijinho boa quinta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto mais da pessoa que sou hoje, daquela que era há 30 anos, insegura, exageradamente tímida.
      Mas, dispensava bem as rugas, não lido bem com elas, não me ficam bem com o tom de pele ;))

      Quando ao Redford, nem sequer tenho queda para homens loiros, mas este nasceu uns anos adiantado, que o homem é o meu número :p

      Eliminar
  2. Olá Magui,
    Se não estou em erro, e és mesmo quem penso que és, em Setembro reencontro o teu irmão no casamento de uma prima minha.
    Agora, através da Mena, reencontro-te a ti.
    Beijinhos desde Macau

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro. Lamento, mas não sou quem pensa, não tenho irmãos.
      Passe por cá sempre que queira.
      Um abraço

      Eliminar
    2. Peço desculpa, Magui.
      Há mesmo mais Marias na Terra :))
      Vou passar por aqui na mesma porque gosto do espaço e estou longe de ser uma pessoa perfeita :))
      Um abraço

      Eliminar
    3. Acontece, não tem que se desculpar.
      Fico contente que apareça e que não seja perfeito.
      Abraço

      Eliminar
  3. Respostas
    1. E a sociedade também não, rejeita os idosos e os que não têm o padrão de beleza "ideal".

      Eliminar
  4. O tempo, sempre o tempo. Vai deixando as suas marcas no corpo e na alma e não vale a pena lutar contra ele. É sempre. Uma luta inglória :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As da alma são as mais difíceis de lidar, se bem que as minhas rugas são umas chatas.
      Que tenhamos muito mais tempo pela frente, sem luta.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Não é necessariamente mau, se o Homem conseguisse controlar o tempo, isso sim, seria terrível.

      Eliminar
  6. O tempo é malandro...
    Perto dos 40 ainda me sinto jovem e longe de qualquer ruga, mas a verdade é que se vai perdendo aquele ar jovial de há uns anos!
    Oh vida...começa a contar os anos ao contrário! :(
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És um jovem com 40 anos, eu tenho 51 e mentalmente também me sinto uma "garina", mas o corpo já não responde como tal.
      Beijinho

      Eliminar
  7. Pequeno caso sério25 janeiro, 2018

    A passagem do tempo é uma merda.Ainda não consegui ver nada de bom na passagem do tempo mas se calhar sou eu com este feitiozinho de cagalhão.
    Quanto ao envelhecimento dos homens mediáticos confesso que há dois que envelheceram com mestria:Richard Gere e Kevin Costner.

    Estou curiosa para ver envelhecer o senhor Pitt. Aposto que se vai safar muito bem.
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tento não pensar muito nisso senão começo a hiperventilar, além de que a passagem do tempo me trouxe mais confiança.
      Mas, as minhas rugas fazem questão de me lembrar que o tempo é implacável e a noção de finitude torna-se mais clara.

      O Redford envelheceu muito mal, não me conformo :-(

      Eliminar
  8. é incrível como se mantém jovem...

    ResponderEliminar
  9. Respostas
    1. Sim, mas como o disse a Gaja Maria, lutar contra o tempo é uma luta inglória.
      Beijinho

      Eliminar
  10. Está bem cotinha mas o charme continua lá.

    ResponderEliminar
  11. Já passou dos 80. Quer-me parecer que houve por ali retoques que só pioraram a "coisa".

    ResponderEliminar
  12. cantinhodacasa29 janeiro, 2018

    Olá Magui.
    Penso que é a mesma pessoa que faz parte do grupo do desafio de leitura da MJ.
    A ser, tinha ideia que o seu blog era do Sapo, e não do blogger.
    Através do blog Devaneios a Oriente, cheguei aqui.
    Leio este post, que me diz muito, porque as minhas rugas marcam, e muito a passagem do tempo, e eis que chego à fotografia e vejo aquele que foi o meu actor preferido, há anos, seguido de Kevin Kostner.
    Lamento o estado deste homem, que me parece ter feito tratamento teria caído em mãos pouco sábias e o resultado é o que se vê.
    Há pessoas que continuam bonitas e charmosas, sabem envelhecer, outras há que ficam desfiguradas mas nada podemos reverter o tempo, custe o que custar.
    Aceitar as rugas é saber viver.
    Gostei do seu post.

    ResponderEliminar
  13. Olá Maria. Sim, sou a mesma pessoa do grupo de leitura.
    Confesso que não me sinto muito confortável com as minhas rugas, mas aceito-as, sim, fazem parte daquilo que sou.
    Pois, a idade não trouxe ao "nosso" Robert aquele charme maduro que se vê em tantos outros homens, é uma sombra do que foi.
    Obrigada pelo seu comentário.

    ResponderEliminar